Linha 1

Normal

Linha 2

Normal

Quem Somos

A CCR Metrô Bahia é uma empresa do Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessões em infraestrutura da América Latina. Desde 2013, a concessionária é responsável pela construção, manutenção e operação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, por um período de 30 anos, através de uma Parceria Público-Privada (PPP), com investimentos na ordem de R$ 5,8 bilhões. Além de ter sido o sistema metroviário que mais cresceu na América Latina nos últimos anos, gerando cerca de oito mil empregos no auge das obras. Em 2018, a concessionária concluiu o projeto de implantação do metrô baiano com a entrega da Estação Aeroporto e a chegada à Região Metropolitana de Salvador, colocando a cidade como uma das três capitais brasileiras a ter o modal interligando o centro ao aeroporto. No mesmo ano, foi finalizado o projeto paisagístico e urbanístico do canteiro central da Avenida Paralela que conta com pista de caminhada e ciclovia de 12 km. Atualmente, a CCR Metrô Bahia opera duas linhas, com 33 km de extensão, 20 estações, 8 terminais de integração com ônibus, frota de 40 trens, emprega cerca de 1.500 colaboradores e possui mais de 2 mil câmeras de monitoramento interligadas ao Centro de Controle Operacional da Concessionária.

 

Fundado em 1999, com atuação nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços, o Grupo CCR é referência nacional e internacional e foi responsável pela estreia do Novo Mercado da BM&FBovespa.

A companhia é responsável por 3.265 quilômetros de rodovias da malha concedida nacional, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso do Sul, sob a gestão das concessionárias CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), CCR SPVias (SP), Renovias (SP), e CCR MSVia (MS). Foi também responsável pelo primeiro contrato de concessão de rodovia do País, com a CCR Ponte, responsável pela Ponte Rio-Niterói no período de junho de 1995 a 31 de maio de 2015.

Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. 

O Grupo CCR atua ainda em negócios correlatos, como no setor de transmissão de dados de alta capacidade por meio da Samm, empresa prestadora de serviços de comunicação multimídia e conectividade IP com mais de 4.700 quilômetros de fibra óptica subterrânea e aérea. 

Além disso, o Grupo CCR está presente no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. 

O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. 

Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e, em 2016, integra pelo 6º ano consecutivo, a carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa). Emprega, atualmente, cerca de 11 mil colaboradores.

O Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina.

Com atuação nos segmentos de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços o Grupo CCR trabalha com quatro divisões de negócios, responsáveis pela gestão tanto dos atuais quanto dos novos negócios.

CCR Rodovias BR: responsável pelas concessões das rodovias federais, tais como CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR MSVia e ViaRio.

CCR Rodovias SP: responsável pelas concessões das rodovias do Estado de São Paulo, tais como CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel, CCR Metrô Bahia e VLT Carioca.

CCR Mobilidade: responsável pelas concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas, CCR Metrô Bahia e VLT Carioca.

CCR Aeroportos: responsável pelas concessionárias BH Airport (Aeroporto Internacional de Belo Horizonte), Quiport (Aeroporto Internacional de Quito, Equador), Aeris (Aeroporto Internacional de San José, Costa Rica), CAP (Aeroporto Internacional de Curaçao, Antilhas Holandesas) além das TAS (Total Airport Services, nos Estados Unidos) empresa de prestação de serviços aeroportuarios.

O Grupo CCR venceu, em 2013, o processo de licitação organizado pelo Governo do Estado da Bahia para o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. A CCR Metrô Bahia é responsável pela construção, manutenção e operação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, por um período de 30 anos, através de uma Parceria Público-Privada (PPP), com investimentos na ordem de R$ 5,8 bilhões. Além de ter sido o sistema metroviário que mais cresceu no país nos últimos anos - gerando cerca de oito mil empregos no auge das obras - quando concluído, alcançará o posto de terceiro maior metrô do Brasil. A expectativa é que 500 mil passageiros utilizem o modal por dia. Atualmente, a concessionária opera duas linhas, com 33 quilômetros de extensão, 20 estações e 7 terminais de integração com ônibus. Em 2018, todo o sistema metroviário conquistou a certificação de qualidade ISO 9001/2015. Com o início da operação comercial da Estação Aeroporto, Salvador tornou-se a segunda cidade brasileira a ter o modal interligando o centro da capital baiana ao Aeroporto. O contrato de concessão prevê ainda a expansão da Linha 1 até Águas Claras/Cajazeiras e, da Linha 2, até Lauro de Freitas, totalizando 42 quilômetros de extensão, 23 estações e 10 terminais de ônibus integrados.

Crenças

  • Na importância da parceria entre a iniciativa privada (empresários, investidores e financiadores) e os Poderes Públicos para o desenvolvimento da infraestrutura do país.
  • No empresariamento de vanguarda, sustentado na ousadia da proatividade, na segurança da previsibilidade, na simplicidade, na confiabilidade das informações e na seriedade das negociações.
  • Na prestação de serviço público de qualidade, voltada para atender às necessidades dos cidadãos como fundamento da perpetuidade do negócio.
  • Na busca legítima de resultados econômico-financeiros e na sua fundamental importância para o desenvolvimento da empresa e da sociedade.
  • Na responsabilidade social, na preservação da vida e do meio ambiente.
  • Na capacidade criativa, realizadora e transformadora do ser humano, trabalhando em equipe com sentimento de pertencimento e mentalidade empresarial, levando as pessoas e a organização a superar desafios e limites.
  • Na gestão participativa e na remuneração por resultados, fundamentada na avaliação da contribuição individual para viabilizar o comprometimento das pessoas e agregar valor ao negócio.

Valores

  • DESPRENDIMENTO: o caminho para o crescimento das pessoas e da empresa.
  • INTEGRIDADE: fundamento das relações pessoais e profissionais.
  • OUSADIA: proatividade, criatividade e persistência para buscar desafios e superar limites.
  • RESPEITO: pelo outro, pela vida e pela natureza.
  • AUTONOMIA: liberdade de ação com responsabilidade.

Outubro: assinatura do Contrato de Concessão

Abril: assume a gestão de 4 terminais de ônibus;

Junho: operação Assistida em 4 estações iniciada 8 meses após a assinatura do contrato;

Agosto: inauguração da Estação Retiro 1ª estação totalmente construída pela concessionária.

Fevereiro: início das Obras da Linha 2;

Abril: inauguração da Estação Bom Juá 6ª estação do metrô;

Novembro: inauguração da Estação Bonocô e chegada do 1º novo trem ao Pátio Pirajá;

Dezembro: inauguração da Estação Pirajá - Conclusão da Linha 1.

Janeiro: início da Operação Comercial e inauguração do Terminal Acesso Norte e passarela Christiano Buys;

Fevereiro: inauguração do Novo Terminal de Ônibus Pirajá, 6 novos trens de Pátio Pirajá;

Abril: conclusão das obras civis e sistemas do Complexo de Manutenção de Pirajá;

Maio: início da Operação Comercial Plena da Linha 1(das 5h às 24h)

Setembro: viagem teste na Linha 2 Acesso Norte a Rodoviária;

Dezembro: início da Operação do primeiro trecho da Linha 2.

Janeiro: viagem teste na Paralela Rodoviária a Pituaçu;

Maio: inauguração de quatro novas estações (Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu);

Junho: chegada do 34º trem novo, completando a frota Série 2000;

Julho: abertura Terminal Pirajá, retirada das catracas de acesso

Agosto: viagem teste até a Estação Mussurunga, integração total com os ônibus urbanos e metropolitanos;

Setembro: inauguração de quatro novas estações (Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz e Mussurunga);

Dezembro: viagem teste até a Estação Aeroporto.

Março: inauguração do Terminal de Ônibus Pituaçu;

Abril: inauguração da Estação de Metrô Aeroporto;

Julho: inauguração do projeto paisagístico e urbanístico da Avenida Paralela;

Agosto: inauguração do Terminal de Ônibus Aeroporto;

Novembro: conclusão da implantação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freiras com um conjunto de 16 passarelas de acesso às estações.

Conheça as boas práticas de governança que norteiam a gestão da CCR Metrô Bahia.