CCR Metrô Bahia tem novo diretor

release

 A partir desta segunda-feira (3), Rodolfo Gonzalez assume o cargo de diretor da CCR Metrô Bahia. Gonzalez chegou ao Grupo CCR em fevereiro de 2014, quando assumiu a diretoria operacional do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas e foi responsável por viabilizar o início da operação gradativa nos trechos das Linhas 1 e 2 do metrô baiano. Com 29 anos de experiência no setor metroviário, o economista trouxe para a Bahia toda a expertise conquistada em suas passagens pelos metrôs de Buenos Aires e San Juan de Porto Rico. À frente do novo cargo, Rodolfo Gonzalez que possui especialização em planejamento e economia do transporte pelo Ministério de Obras Públicas da Argentina e Banco Mundial, tem o desafio de contribuir com a transformação da mobilidade em Salvador e Região Metropolitana e garantir a qualidade do serviço no transporte público.

Rodolfo Gonzalez substitui Luis Valença, que segue em novo desafio no comando da Via Quatro e Via Mobilidade, em São Paulo. As mudanças na concessionária baiana integram o “Programa de Identificação e Desenvolvimento de Lideranças Estratégicas”, um novo ciclo na gestão do Grupo CCR. Iniciado há quatro anos, o programa tem por objetivo identificar e valorizar talentos internos da companhia, tornando a empresa, bem como suas diferentes áreas de atuação, cada vez mais competitiva e preparada para um novo ciclo de crescimento.

Apoiado pela Fundação Dom Cabral e com a participação de duas grandes consultorias internacionais, o programa traçou o diagnóstico dos executivos, alinhado aos valores e ao modelo de gestão da companhia, com foco no objetivo de dar continuidade à trajetória de crescimento da CCR com visão de longo prazo e geração de valor para os acionistas e demais públicos de relacionamento.

De acordo com o Presidente do Grupo CCR, Leonardo Vianna, apesar deste novo passo da companhia, a estratégia de negócios consolidada ao longo de duas décadas de trabalho segue idêntica, mantendo-se focada na construção de uma empresa sólida voltada para o futuro. “As bases estratégicas do Grupo, reforçadas brilhantemente pelos gestores que estiveram à frente das nossas unidades de negócio ao longo de quase vinte anos, iniciam um próximo ciclo virtuoso, seguindo com o olhar lapidado pelos antecessores. A escolha dos novos nomes seguiu aspectos criteriosos e reforça a posição da CCR em valorizar os seus colaboradores”, destaca o CEO.