CCR Metrô Bahia lança campanha para coibir atos obscenos e vandalismo no sistema metroviário

release

Com o intuito de alertar os usuários sobre a importância da denúncia de atos obscenos, assédio, vandalismo, brigas e furtos nos trens, plataformas, estações e terminais do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, a CCR Metrô Bahia vai lançar a campanha Tô de Olho, nesta sexta-feira (09). Para dar visibilidade ainda maior à campanha, a concessionária iniciará a ação durante o Carnaval de Salvador, quando o sistema deve receber 1,4 milhão de usuários. A ação educativa será veiculada na TV Trem e espalhará cartazes e avisos expressos em todas as dependências das estações e terminais de ônibus.

Além da campanha, a CCR Metrô Bahia conta com mais de 450 Agentes de Atendimento e Segurança (AASs) que também realizam rondas periódicas de combate a atos ilícitos nas estações, plataformas, trens e terminais de ônibus. A segurança também é reforçada com mais de 1.600 câmeras de monitoramento interligadas ao Centro de Controle Operacional (CCO). Ao identificar qualquer ação suspeita nas imagens online, os agentes mais próximos são comunicados e deslocados para averiguação e encaminhamento para as devidas providências. Em alguns casos, a Polícia Militar também é acionada para intervir.

É importante lembrar que a prática de atos obscenos em locais públicos é crime previsto no Código Penal Brasileiro, no Artigo 233 do Decreto Lei 2848/40. O decreto estadual nº 15.197, de junho de 2014, que rege o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, também proíbe a prática de qualquer ato do qual resulte embaraço ao serviço ou que possa acarretar perigo ou acidente nos trens ou dependências metroviárias. O artigo 15 do mesmo decreto ressalta ainda que é proibido transgredir as instruções da concessionária transmitidas pelos colaboradores, pela comunicação visual ou pelo sistema de sonorização. O descumprimento de tal norma poderá incidir em advertência, retirada da estação ou trem, de acordo com a legislação vigente, sem prejuízo de seu encaminhamento à autoridade competente.

De acordo com o gestor de Atendimento e Operação da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade, a ação visa, sobretudo, a conscientização dos infratores bem como de usuários que presenciarem tais atos. “A CCR Metrô Bahia sempre apoiou campanhas de combate a abusos, brigas, assédio, atos obscenos em público, vandalismo e outros atos ilícitos, e promove ações para coibir esses tipos de crimes, como a campanha Tô de Olho. O nosso objetivo é inibir essa prática no transporte público, além de estimular as denúncias. A contribuição dos usuários é imprescindível para o bom funcionamento do sistema”, destaca.